Associação dos Fiscais Fazendários de Ribeirão Preto/SP

Pedro Delarue é o novo presidente do Fonacate

alt"É uma responsabilidade e uma honra muito grande presidir este Fórum que é representado pelas carreiras mais importantes do Serviço Público."

O presidente do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil – Sindifisco Nacional, Pedro Delarue Tolentino Filho, assumiu nesta quinta-feira (9) a presidência do Fonacate. Em assembleia geral realizada na sede do Sindilegis, foi anunciado o novo presidente em substituição a Jorge Cezar Costa, ex-presidente da Anfip.

 “É uma responsabilidade e uma honra muito grande presidir este Fórum que é representado pelas carreiras mais importantes do Serviço Público”, afirmou o Pedro Delarue.

Ao anunciar a posição da Diretoria Executiva do Fonacate, que define qual dos vices assume a vacância da presidência, Jorge Cezar disse que o nome de Pedro foi o mais aclamado pelo trabalho à frente do Sindifisco e pelas lutas pela qualidade do serviço público.

“O Pedro é muito atuante nas questões de interesse do Estado. Ele está mais que preparado para dar continuidade ao mandato da nossa diretoria e, tenho certeza, continuará conquistando muitos êxitos para o Fórum e para as carreiras de Estado”, enfatizou o ex-presidente Jorge Cezar Costa.

Pedro Delarue era vice-presidente do Fórum e cumpre mandato na presidência até dezembro de 2012. Durante a reunião várias entidades parabenizaram a gestão de Jorge Cezar e também aproveitaram para desejar êxito ao novo presidente.

PL 1992 – Outro assunto em pauta na reunião desta quinta-feira foi o Projeto de Lei 1992/2007, que tem a finalidade de instituir a Previdência Complementar do servidor público federal.

O presidente Pedro Delarue informou que o Fonacate solicitou audiências com as lideranças da Câmara dos Deputados para falar sobre os entraves do PL. “Ontem (quarta) estivemos com o líder do PTB, deputado Jovair Arantes. E na manhã desta quinta-feira com o líder do PPS, deputado Rubens Bueno”, relatou Pedro, destacando que as próximas audiências devem ser com os Líderes do PT, DEM, PSBD e PMDB.

“Temos que demonstrar a esses parlamentares e suas respectivas bases porque o projeto 1992 é prejudicial ao Serviço Público brasileiro”, destacou o presidente do Fonacate.

Durante o encontro com o líder do PPS, deputado Rubens Bueno, os membros do Fonacate ficaram muito satisfeitos em perceber que os parlamentares têm interesse em conhecer mais as implicações do PL.

Rubens Bueno afirmou que é a “favor da valorização das carreiras, da meritocracia e de um serviço público de qualidade” e se colocou a disposição do Fórum. “Contem com minha simpatia e meu apoio nos debates sobre esse projeto, e continuem encorajados nessa luta”, ressaltou o líder.

Na próxima assembleia geral do Fonacate, em julho, as entidades vão deliberar sobre a possibilidade do Fórum elaborar uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que destaque os interesses de uma Previdência dos Servidores Públicos focada na paridade e na integralidade.



Por Ascom/Fonacate - 09/06/2011

Leia mais: http://www.fenafim.com.br/component/content/article/122-destaques-pagina-inicial/776-pedro-delarue-e-o-novo-presidente-do-fonacate