Associação dos Fiscais Fazendários de Ribeirão Preto/SP

ISS incide sobre receita de prestadora de serviço que se utiliza de mão de obra no regime trabalhista

 

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que é legítima a cobrança de Imposto sobre Serviços (ISS) de uma empresa prestadora de trabalho temporário de Londrina (PR), que se utiliza de empregados no regime trabalhista. A Segunda Turma entendeu que, nesse casso, o imposto incide sobre os valores relativos ao pagamento dos salários e encargos sociais referentes aos trabalhadores contratados, bem como sobre a taxa de agenciamento.

Leia mais: http://www.sinfisco.com.br/noticias-arquivadas/987-iss-incide-sobre-receita-de-prestadora-de-servico-que-se-utiliza-de-mao-de-obra-no-regime-trabalhista-