Associação dos Fiscais Fazendários de Ribeirão Preto/SP

Impostos municipais de BH têm aumento real

A arrecadação dos impostos municipais que compõem a receita própria da Prefeitura de Belo Horizonte apresentou crescimento real no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano de 2010. De janeiro a junho de 2011, o imposto que mais cresceu foi o ITBI, com aumento real 21,03%, o que representou uma receita de R$ 124,848 milhões para os cofres da PBH. No entanto, o maior montante arrecadado foi do IPTU, com R$ 470,779 milhões e crescimento real de 13,22%. Tradicionalmente, a receita desse tributo é maior no primeiro semestre devido aos descontos oferecidos pelo Executivo Municipal para o pagamento do imposto em uma única parcela.
 

Outro imposto com arrecadação significativa para a receita do município é o ISSQN, que teve o crescimento real de 10,84% em relação ao primeiro semestre de 2010 e angariou R$ 370,086 milhões. No que se referem às transferências constitucionais, é importante observar que apenas o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) apresentou crescimento real acentuado com 21,08%, o ICMS teve 6,44% e o IPVA, 749%.
 

alt

Leia mais: http://www.sinfisco.com.br/component/content/article/1-gerais/1034-receita-propria-de-bh-tem-aumento-real