Associação dos Fiscais Fazendários de Ribeirão Preto/SP

Mantega não vê necessidade de mexer na remuneração da poupança

 

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que o governo não vê necessidade em alterar a rentabilidade da caderneta de poupança em função da redução da taxa básica de juros, a Selic. A discussão em relação a rentabilidade da poupança surge toda vez que a Selic fica inferior a dois dígitos. Isso porque, a poupança pode se tornar um investimento mais atraente, o que poderia desequilibrar a indústria de fundos. Nesta semana, o Comitê de Política Monetária reduziu a Selic em 0,75 ponto porcentual, para 9,75% ao ano, e a discussão voltou novamente à tona.

Leia mais: http://www.sinfisco.com.br/noticias-arquivadas/1115-mantega-nao-ve-necessidade-de-mexer-na-remuneracao-da-poupanca